CITAÇÕES DE DOM QUIXOTE VIII

Sancho responde ao desafio de ser encolerizado a tapa:

– contra esse golpe sei outro, que não lhe fica nada a dever – respondeu Sancho – agarrarei num pau e, antes que vossa mercê se chegue para me despartar a cólera, eu adormecerei a sua à bordoada, de tal forma que só despertará no outro mundo … e cada qual veja como despede o virote e o mais acertado é deixar dormir a cólera dos outros, que a gente não sabe com quem se mete…

– temos decerto, senhor Sansão Carrasco, o que merecemos; com facilidade se pensa e se acomete uma empresa, mas com dificuldade se sai a gente dela, pela maior parte das vezes. Dom Quixote é doido e nós somos ajuizados; elevai-se, são e salvo, vossa mercê fica triste e moído; saibamos agora, pois, quem é mais doido: quem o é porque se não conhece, ou quem o é por sua vontade?

– a diferença que há entre esses dois doidos – respondeu Carrasco – é que o doido a valer há de sê-lo sempre e o que é por sua vontade deixará de o ser logo que queira.

 – perfeitamente – respondeu Tomé Seciel – eu fui doido por vontade quando me quis fazer escudeiro de V. Mercê; pois agora, por vontade também, quero deixar de o ser, e voltar para a minha casa.