DICIONÁRIO DAS EXPRESSÕES CRETINAS E EQUÍVOCAS XIII

 

Maria Imaculada – sinônimo de Virgem Maria; sarcasmo de judeu cético que  foi mal interpretado; exagero puritano que equipara a perda da virgindade a uma mácula; veneração da virgindade na mulher dos outros. Não se conhece a opinião de José, que, pelo jeito, aconchegou-se no onanismo durante toda a vida de casado.

Massa envelhecida – indiferença, ou talvez repulsa com que as companhias de seguro se referem aos grupos que durante décadas lhes encheram os bolsos e que agora representam um risco desnecessário de assumir; vade retro dos seguros em grupo. A massa envelhecida está um pouco aquém da massa podre, que em culinária é utilizada para fazer empadões.

Medalha – substantivo. Corruptela da expressão portuguesa “dê-me-a” para o brasileiro me-dá-lha, com a preposição iniciando a frase e sílaba tônica no “dá” e que denota forte sentido de cobiça infantil. Designa objeto colecionável, como um joguinho de botões, por exemplo. Quem tem uma, quer duas, e assim, por diante. Concedida sempre sob forte oposição e desconfiança e, às vezes, por unanimidade, o que não é bom sinal, mas o homenageado não se dá conta.