O CAUSÍDICO QUE PENSOU QUE ERA ANA MARIA BRAGA

O CAUSÍDICO QUE PENSOU QUE ERA ANA MARIA BRAGA Contaram-me ontem que um advogado inseriu em uma de suas petições uma receita de pamonha, inserida numa transcrição de jurisprudência. Com isso, pretendia provar que os juízes não lêem as petições que lhe são submetidas. Fui conferir no site jusbrasil e não é que era verdade?…